The importance of large-scale variation of predation pressure on the organization of sessile communities

Nome do Pesquisador: Gustavo Muniz Dias

Agência de fomento: FAPESP

Vigência: 12/2015 à 11/2017

Pesquisadores Alunos da UFABC:
Edson Aparecido Vieira Filho

Pesquisadores Externos:
Katherine Griffith
Stuart Jenkins
Antônio Carlos Marques
Lueji Pestana

Resumo: A importância relativa de processos ecológicos para a organização das comunidades biológicas e susceptibilidade a invasão é afetada por processos locais, regionais a históricos. Em comunidades tropicais o grande número de espécies e a alta redundância funcional sugerem que os processos estocásticos desempenham um papel importante na organização final da comunidade, enquanto em áreas temperadas, a sucessão ecológica deve ocorrer de forma determinística. Nos últimos anos o número de empreendimentos costeiros e a tráfego de navios aumentaram, resultando no aumento do espaço disponível para organismos sésseis, mas também expondo as comunidades nativas a amplas perturbações físicas e biológicas, o que pode causar tanto problema ecológico quanto econômico. Um efeito prejudicial da construção de marinas a pieres é a redução da pressão de predação ao qual as comunidades estão expostas. Uma vez que esses empreendimentos costeiros estão frequentemente expostos a exploração pesqueira, a remoção de predadores pode facilitar a monopolização de espaço por bons competidores e facilitar a introdução de espécies exóticas. Neste projeto, propomos comparar a importância relativa da predação sobre comunidades incrustantes de áreas costeiras urbanizadas em duas regiões distintas: Brasil e Reino Unido. Entender como essas comunidades se organizam e como as atividades antrópicas mudam direta a indiretamente essa organização ajudara a lidar com os impactos causados par tais atividades antrópicas.

Entre em contato

Bloco L - 3° andar

Avenida dos Estados, n° 5001

Sta. Terezinha - Sto. André - SP

CEP: 09210-580

Email: propes@ufabc.edu.br

 

Telefones

Gabinete: 3356-7614

Administrativo: 3356-7620/7618

IC: 3356-7617/7619

CAP: 3356-7620/7616/7615

Propes-SBC: 2320-6150/6151

CEM-SA: 4996-0028

CEM-SBC: 2320-6176

Biotérios: 3356-7511