FATORES QUE AFETAM A MELHORIA DO DESEMPENHO EXPORTADOR DE PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS: PROPOSIÇÃO E TESTE DE UM MODELO DE MENSURAÇÃO

Nome do Pesquisador: SILVIA NOVAES ZILBER TURRI

Agência de fomento: CNPq

Vigência: 12/2014 à 12/2017

Resumo: A despeito da relevância da exportação para a economia dos países, dados do Ministério do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior (MDIC, 2013) indicam o reduzido crescimento da participação brasileira nas exportações mundiais. Por outro lado, os dados também mostram um potencial não aproveitado no segmento de Pequenas e Médias Empresas (PMEs), segmento este que poderia aumentar a inserção do Brasil nas vendas mundiais, tendo em vista que, apesar deste segmento representar cerca de 50,70% dos exportadores brasileiros, a sua participação no valor total exportado pelo Brasil é de apenas pouco mais de 4% (MDIC, 2013). Contrastando com a realidade brasileira, as PMEs chinesas são responsáveis por mais da metade das exportações de seu país (CARDOSA et al., 2013), o que é um indicativo da importância das empresas de menor porte para a economia desse país emergente, atualmente, maior exportador mundial (MDIC, 2013). Visitando a literatura acadêmica sobre as variáveis intervenientes no processo de melhora de desempenho exportador, verifica-se que tanto a capacidade de inovação quanto a experiência internacional poderiam contribuir para melhorar esse desempenho de PMEs brasileiras; porém, ainda não existe consenso sobre como mensurar esses constructos, nem sobre qual deles seria mais relevante para a melhoria de desempenho exportador de PMEs. Sendo assim, este projeto tem como objetivo analisar o impacto da capacidade de inovação e da experiência internacional sobre o desempenho exportador de PMEs brasileiras, por meio de uma pesquisa quantitativa com PMEs do estado de São Paulo. Ao final do projeto, entre outras contribuições, espera-se propor um modelo teórico que reflita o contexto exportador de um país emergente, aplicando-o e testando-o numa amostra significativa e representativa de PMEs. Também se pretende contribuir com a identificação de variáveis intervenientes que possam garantir que o desempenho exportador seja melhorado. A contribuição da presente pesquisa também reside em recomendações que se poderá enviar a formuladores de políticas públicas voltadas à exportação que tratem da melhoria da competitividade do segmento de PMEs, sugerindo ações efetivas para melhora de seu desempenho exportador, recomendadas a partir dos resultados encontrados.

Entre em contato

Bloco L - 3° andar

Avenida dos Estados, 5001

Bairro Bangu - Santo André - SP

CEP: 09210-580

Email: propes@ufabc.edu.br

 

Telefones

Gabinete: 3356-7614

Administrativo: 3356-7620/7618

IC: 3356-7617/7619

CAP: 3356-7616/7615

Propes-SBC: 2320-6150/6151

CEM-SA: 4996-0028

CEM-SBC: 2320-6176