A teoria da firma pós-keynesiana

Nome do Pesquisador: Fábio Henrique Bittes Terra

Agência de fomento: CNPq

Vigência: 05/2017 à 12/2020

Resumo: Há uma teoria da firma pós-keynesiana? Pode-se dizer que sim, embora com pouca difusão, seja nos próprios veios pós-keynesianos, seja na literatura microeconômica de inspiração crítica à teoria neoclássica. Neste particular, esta pesquisa pretende reunir e adensar elementos microeconômicos em meio às obras de Keynes e dos pós-keynesianos, a fim de se elaborar uma teoria da firma nesta perspectiva teórica. A microeconomia não é tema recorrente na literatura pós-keynesiana, o que a gera uma lacuna: a ausência de uma teoria específica e consolidada da firma. Eis a contribuição desta pesquisa: reunir os desenvolvimentos já existentes sobre o assunto e adensá-los para se constituir uma teoria da firma na teoria pós-keynesiana.O método de procedimento da pesquisa será, principalmente, revisão bibliográfica, enquanto que a fonte primária de dados serão os Collected Writings of John Maynard Keynes além de livros e artigos de proeminentes autores da tradição Keynesiana. O objetivo geral desta proposta de pesquisa é reunir e adensar elementos teóricos presentes nos escritos originais de Keynes e de autores pós-keynesianos que permitam desenvolver um modelo de firma pós- keynesiana

Entre em contato

Bloco L - 3° andar

Avenida dos Estados, n° 5001

Sta. Terezinha - Sto. André - SP

CEP: 09210-580

Email: propes@ufabc.edu.br

 

Telefones

Gabinete: 3356-7614

Administrativo: 3356-7620/7618

IC: 3356-7617

CAP: 3356-7615/7616

Propes-SBC: 2320-6150/6151

CEM-SA: 4996-0028

CEM-SBC: 2320-6176

Biotérios: 3356-7511