A correspondência cartesiana e o debate sobre o mecanicismo

Nome do Pesquisador: Paulo Tadeu da Silva

Agência de fomento: Sem financiamento

Vigência: 03/2017 à 03/2019

Resumo: Após a desistência de publicar O mundo ou tratado da luz, Descartes dedica-se à redação e publicação do conjunto de ensaios que acompanham o Discurso do método. Dentre esses ensaios, Os meteoros tem em vista oferecer uma primeira amostra da sua física. Não se trata, é verdade, de sua física completa, mas de um conjunto de explicações circunscritas aos fenômenos meteorológicos, com o qual almejava lançar um desafio aos filósofos da Escola, substituindo o modo escolástico de explicação desses fenômenos por uma concepção mecanicista da natureza. Nesse contexto, as suposições sobre a natureza da matéria, o uso de analogias mecânicas e o recurso à experiência têm um papel central, pois fornecem os fundamentos sobre os quais a ciência cartesiana está amparada. A comparação entre essas duas formas de interpretar e explicar o mundo natural é, portanto, um aspecto que merece atenção, uma vez que revela o primeiro confronto de Descartes com a tradição filosófica e científica que o antecedeu. Tendo em vista esse cenário, o presente projeto de pesquisa tem em vista investigar o debate ocorrido em torno da concepção mecanicista de Descartes. Essa investigação não leva em conta apenas as obras, mas, prioritariamente, o debate presente na correspondência do autor com os filósofos e cientistas de seu tempo.

Entre em contato

Bloco L - 3° andar

Avenida dos Estados, 5001

Bairro Bangu - Santo André - SP

CEP: 09210-580

Email: propes@ufabc.edu.br

 

Telefones

Gabinete: 3356-7614

Administrativo: 3356-7620/7618

IC: 3356-7617/7619

CAP: 3356-7616/7615

Propes-SBC: 2320-6150/6151

CEM-SA: 4996-0028

CEM-SBC: 2320-6176