A teoria da evolução cultural como uma teoria de forças

Nome do Pesquisador: Lorenzo Baravalle

Agência de fomento: CNPq

Vigência: 06/2017 à 05/2020

Pesquisadores Externos:
Gustavo Andrés Caponi (Professor UFSC)

Resumo: Inspirado pela teoria de Woodward sobre causalidade e explicação, Caponi tem recentemente defendido que a biologia - e, especialmente, a biologia evolutiva - é fundada sobre um "mosaico de invariantes", isto é, uma rede de regularidades causais que, mesmo sem ser suficientemente estáveis e universais como para constituir genuínas leis causais, podem garantir a autonomia explicativa desta disciplina oferecendo suporte para um certo número de contrafactuais relevantes. Mesmo desprovida de leis causais propriamente ditas, a biologia evolutiva seria uma teoria unitária porque os invariantes são, em algum sentido, "subsumidos" por outros tipos de leis - as leis de força zero, como o equilibrio de Hardy-Weinberg, e as leis consequenciais, como as leis da genética de populações - que estabelecem conexões entre eles dentro de um quadro teórico mais geral. Poderia a estrutura explicativa de uma hipotética teoria unificada da evolução cultural ser concebida de uma maneira parecida? O objetivo do presente projeto é proporcionar uma resposta a esta pergunta, considerando três problemas relacionados. Em primeiro lugar, tentarei identificar a lei de força zero e as leis consequenciais da teoria da evolução cultural. Dessa maneira, poderei verificar se ela pode ser interpretada como uma teoria de forças. Em segundo lugar, avaliarei estudos de caso, de modo a determinar se as regularidades causais que são invocadas nas explicações concernentes a evolução cultural podem ser consideradas como genuínos invariantes. Finalmente, considerarei o peso relativo das forças evolutivas (seleção, deriva, migração etc.) nestas explicações.

Entre em contato

Bloco L - 3° andar

Avenida dos Estados, n° 5001

Sta. Terezinha - Sto. André - SP

CEP: 09210-580

Email: propes@ufabc.edu.br

 

Telefones

Gabinete: 3356-7614

Administrativo: 3356-7620/7618

IC: 3356-7617

CAP: 3356-7615/7616

Propes-SBC: 2320-6150/6151

CEM-SA: 4996-0028

CEM-SBC: 2320-6176

Biotérios: 3356-7511