Divisões

 

Os Programas de Iniciação Científica constituem a política formulada pelo Comitê dos Programas da Iniciação Científica (CPIC) e implementada pela Pró-Reitoria de Pesquisa (PROPES) com o objetivo de apoiar projetos de pesquisa científica nos diferentes campos do saber, auxiliando em uma maior integração entre graduação e pós-graduação, qualificação de alunos para os programas de mestrado e doutorado, além do desenvolvimento da criatividade e da aprendizagem de metodologias científicas pelos estudantes envolvidos.

A Divisão de Gestão de Projetos da Pró-Reitoria de Pesquisa é responsável:

  • Gerenciamento e aplicação de verbas orçamentárias e recursos financeiros.
  • Gerenciamento dos recursos humanos da Pró-Reitoria.
  • Acompanhamento e execução de projetos institucionais de pesquisa.
  • Gerenciamento e execução de projetos institucionais de infraestrutura de pesquisa (PROINFRA-CTINFRA).
  • Operacionalização de editais internos de promoção ao desenvolvimento da pesquisa (Recém-Doutor e Multicentro).
  • Apoio administrativo aos processos de aquisição de bens e serviços, importações e licitações.
 

A missão da CAP é apoiar a pesquisa na UFABC.

  • Ponto de Apoio FAPESP

O Ponto de Apoio funciona como uma “porta de entrada” da FAPESP junto às Universidades, tendo como função básica atuar como setor facilitador no envio de documentação à FAPESP, além de fornecer orientações para os Pesquisadores e Bolsistas nos procedimentos envolvendo a Fapesp.

  • Pós-Doutorandos e Pesquisadores Colaboradores

Providencia o vínculo institucional dos pós-docs e pesquisadores colaboradores.

  • Projetos de Pesquisa

Cadastro de todos os projetos de pesquisa desenvolvidos na UFABC.

  • Grupos de Pesquisa

Formalização e certificação dos grupos de pesquisa da UFABC no Diretório de Grupos de Pesquisa do CNPq.

  • Trâmite para Doação de Equipamentos

Funciona como ponte entre pesquisadores e patrimônio para auxiliar e facilitar o processo de registro patrimonial dos bens doados por agências de fomento.

O Escritório de Integridade em Pesquisa (EIP) da UFABC foi criado através da Portaria da Reitoria noº 384, de 11 de agosto de 2015.

São competências do EIC exercer as seguintes atribuições:

  1. coordenar ações preventivas, educativas e punitivas, no que tange à integridade da pesquisa em desenvolvimento, realizada e/ou publicada por pesquisadores vinculados à UFABC;

  2. elaborar e publicar material orientador, relativo às boas práticas na execução e publicação de pesquisas;

  3. propor ou estimular ações a serem executadas na UFABC, visando à prevenção de más condutas científicas e à divulgação das boas práticas na execução e publicação de pesquisas;

  4. examinar alegações de má conduta em pesquisa ou publicação de pesquisadores vinculados à UFABC;

  5. examinar situações em que haja dúvidas fundamentadas quanto à integridade da pesquisa realizada e/ou publicada por pesquisadores vinculados à UFABC, podendo requerer pareceres de especialistas da área, nomeados ad hoc para cada caso específico;

  6. assessorar a administração da UFABC com relação às boas práticas científicas e integridade em pesquisa;

  7. propor ao Conselho Universitário, ao Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão e à Reitoria ações cabíveis em caso de má conduta na execução, realização ou publicação de pesquisas por pesquisadores vinculados à UFABC, bem como sua aplicação nos casos concretos;

  8. elaborar seu regimento interno;

  9. colaborar com outros setores da Universidade no estímulo à excelência em pesquisa e inovação;

  10. convidar pessoas externas à UFABC para prestarem depoimentos e elaborar pareceres sobre assuntos de competência do EIP;

  11. convocar servidores docentes e técnico-administrativos, e discentes da UFABC para prestarem depoimentos e elaborar pareceres sobre assuntos de competência do EIP.
 

Os Biotérios da UFABC estão vinculados administrativamente à Pró-Reitoria de Pesquisa e contam com a participação ativa da Comissão dos Biotério (COBI/UFABC) e Comissão de Ética em Uso de Animais (CEUA/UFABC), garantindo que todos os procedimentos atendam os regulamentos internos e leis federais.

Os Biotérios da UFABC tem como função primordial a criação e manutenção de ratos e camundongos para ensino e pesquisa dos vários Centros desta Instituição. O ambiente de um biotério deve garantir condições adequadas para o bem-estar, a saúde e a vida dos animais de experimentação.

Além disso, deve ser agradável aos funcionários e consistente com as necessidades dos pesquisadores envolvidos com pesquisa animal. Podem ser divididos segundo a finalidade a que se destinam: 1) Biotérios de Criação (Biotério Central do Câmpus de SBC e Biotério de Criação e Experimentação do Câmpus de SA) e 2) Biotério de Manutenção e Experimentação Setoriais (Bloco Delta, Ômega/SBC e Bloco A/SA).

 

 
"

 

Site CEM Santo André: http://propes.ufabc.edu.br/cem/

As Centrais Experimentais Multiusuário (CEM) da UFABC em Santo André e São Bernardo do Campo, vinculadas à Pró-Reitoria de Pesquisa (PROPES) constituem-se por um complexo de laboratórios multiusuários equipados com mais que 40 equipamentos de médio e grande porte para realização de experimentos nas áreas de Física, Química, Biologia e Engenharias.

A sua missão é oferecer condições para a realização de caracterização de materiais avançados e sistemas biológicos empregando as mais sofisticadas técnicas experimentais disponíveis atualmente. O regime de uso destas facilidades é multi-usuário, servindo à comunidade local (docentes, pós-doutorandos, pós-graduandos e alunos de iniciação científica) e regional (colaboradores de outras instituições de ensino e pesquisa, centros de pesquisa privados, empresas e organizações). A CEM é gerida por um comitê composto por um Coordenador e pelos Pesquisadores Responsáveis por cada um dos equipamentos.

Site: https://hpc.ufabc.edu.br/redmine/projects/suporte/wiki

O Setor de Computação Científica da UFABC tem sido planejado desde o início das instalações da UFABC no Campus Santo André e vêm crescendo a cada dia. O parque de equipamentos é considerado substancial e pode ser considerado competitivo com as outras Instituições Nacionais e Internacionais.

As aquisições dos equipamentos foram iniciadas ainda em 2006 e pode ser observado um crescimento exponencial dos usuários, das necessidades e capacitação dos usuários e corpo do técnico de apoio afim de garantir a qualidade dos trabalhos. A gestão dos trabalhos e manutenção dos equipamentos são realizados pela PROPES através do sistema de uso compartilhado e multiusuário.

O parque computacional de alta performance da UFABC atinge várias áreas de conhecimento, como engenharia dos materiais, física, química e biologia. Atualmente dispomos de quatro clusters, com diferentes arquiteturas. Para a instalação dos clusters foi adquirido um vestíbulo com sistema de refrigeração próprio, o SGI Ice Cube Air, o qual dispõe de 20 racks de 51U, suportando até 700kVA de carga elétrica. Acoplado ao SGI Ice Cube Air há um grupo gerador e nobreaks.

Titânio (2620 Cores, 10.4 Tb de RAM, 180 Tb de Storage)

  • Rede Infiniband FDR (56 gbps).
  • 180 Tb brutos de storage.
  • 40 nós de cálculo com 64 cores AMD Opteron 6376 (4 CPUs), 256 Gb de RAM e SSD para arquivos temporários.
  • 03 nós de cálculo com 20 cores Intel Xeon E5-2660 (2 CPUs), 64 Gb de RAM, 3 GPU Tesla K20 e SSD para arquivos temporários.
  • Suporte no seguinte link: http://titanio-adm.ufabc.edu.br (acesso somente dentro da UFABC ou via proxy).

Níquel (604 cores, 1.8 Tb de RAM, 20 Tb de Storage)

  • Rede híbrida, Infiniband ou Ethernet.
  • 20 Tb brutos de storage.
  • 11 nós de cálculo com 12 cores Xeon E5645 (2 CPUs), 24 Gb de RAM e uma GPU Tesla M2070.
  • 02 nós de cálculo com 12 cores Xeon E5-2630 (2 CPUs), 64 Gb de RAM, 4 GPU Tesla K20 e SSD para arquivos temporários.
  • 03 nós de cálculo com 64 cores AMD Opteron (4 CPUs), 128 Gb de RAM e SSD para arquivos temporários.
  • 04 nós de cálculo com 64 cores AMD Opteron (4 CPUs), 256 Gb de RAM e SSD para arquivos temporários.

Cobalto (172 Cores 0.3 Tb de memória)

Bachianas (136 cores, 256 Gb de RAM, 30 Tb de Storage)

  • Arquitetura NUMAlink (memória compatilhada).
  • 30 Tb brutos de storage.
  • Sistema configurado como 1 nó computacional de 136 cores e 256 Tb de RAM.
  • Suporte: http://hpc.ufabc.edu.br/site/login

Fotos

 

Herbários são coleções de plantas desidratadas conservadas e organizadas com o intuito de documentar a diversidade vegetal. O material tombado nessas coleções (as chamadas exsicatas) serve de base para a correta identificação de espécies, sendo útil em trabalhos como os inventários florísticos e/ou as certificação da diversidade e da riqueza da flora de uma região ou país. As coleções de herbários também podem dar  subsídios a estudos em ecologia e biogeografia. Além disso, um herbário é um importante documento histórico sobre os caminhos percorridos por naturalistas, botânicos e coletores.
 
O Herbário da Universidade Federal do ABC (HUFABC) está cadastrado no Index Herbariorum, um diretório que lista as informações sobre os aproximadamente 3 mil herbários do mundo e estima que no mundo exista mais de 387 milhões de exsicatas. O HUFABC, vinculado administrativamente à Pró-Reitoria de Pesquisa da UFABC, está localizado no Bloco Delta do Câmpus São Bernardo do Campo. A coleção possui cerca de 1.000 exsicatas provenientes principalmente de Parques Urbanos da região do ABC Paulista, além de material proveniente de Parques Estaduais e Nacionais, especialmente do estado de São Paulo (452 exsicatas). Adicionalmente, a coleção conta com duplicatas dos herbários nacionais como SP, HRCB, SPFR, HCF, MG, HCDAL, TANG e INPA. Dentre as famílias representadas na coleção, a mais numerosa é Gesneriaceae (144), sendo que a coleção conta com dois holótipos (i.e., espécimes-tipos empregados na descrição da espécie) dessa família. A coleção do HUFABC está em processo constante de informatização no software Brahms - um programa para gerenciamento de coleções botânicas. Dessa forma, garantimos a disponibilização online da coleção para consulta remota por especialistas e botânicos do mundo.
 
A coleção segue em constante ampliação recebendo material coletado pelos pesquisadores e alunos da UFABC, assim como de outras instituições de pesquisadores colaboradores. Adicionalmente, as doações, os empréstimos e as permutas de exsicatas com diferentes herbários do mundo permitem a manutenção e a ampliação do conhecimento botânico.​
 

 

Bancos de dados botânicos & Links relacionados:

Flora Brasiliensis
Herbário Virtual - INCT
Index Herbariorum (IH)
International Plant Names Index (IPNI)
iPlantCollaborative
The Plant List

Entre em contato

Bloco L - 3° andar

Avenida dos Estados, n° 5001

Sta. Terezinha - Sto. André - SP

CEP: 09210-580

Email: propes@ufabc.edu.br

 

Telefones

Gabinete: 3356-7614

Administrativo: 3356-7620/7618

IC: 3356-7617

CAP: 3356-7615/7616

Propes-SBC: 2320-6150/6151

CEM-SA: 4996-0028

CEM-SBC: 2320-6176

Biotérios: 3356-7511