Últimas Notícias

A Pró-reitoria de Pesquisa divulga as moções referentes ao CNPq e CAPES, aprovadas na III sessão extraordinária do ConsUni.

Destacamos que os referidos documentos, serão publicadas no Boletim de Serviço de 13/09.

O Ministério da Saúde, por meio do Departamento de Ciência e Tecnologia, vinculado à Secretaria de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde, investe 45,2 milhões de reais em cinco chamadas públicas em temas variados para a saúde. O financiamento divide-se em doenças raras, alimentação e nutrição, cuidados à pessoa com deficiência doenças transmissíveis e negligenciadas e uma específica para malária.

Estão abertas até o dia 14/10/2019 as seguintes chamadas:

 

Chamada pública

Investimento

Chamada para fomento a inquérito sobre perfil de doenças raras no Brasil

R$ 3,5 milhões

Chamada para fomento a pesquisas de prevenção, detecção e combate à Malária

R$ 10,2 milhões

Chamada para fomento a pesquisas sobre doenças transmissíveis e negligenciadas

R$ 24 milhões

Chamada para fomento a pesquisas sobre alimentação e nutrição

R$ 4,5 milhões

Pesquisas para fortalecimento dos objetivos e diretrizes da Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS)

R$ 3 milhões

Total:

R$ 45,2 milhões

 

Podem concorrer aos editais pesquisadores com o título de doutor ou livre docência e que sejam vinculados a Instituições Científicas, Tecnológicas e de Inovação. As propostas a serem financiadas na chamada deverão ter o seu prazo máximo de execução de três anos.

Todas as chamadas terão acompanhamento pelo Departamento de Ciência e Tecnologia visando o monitoramento e a avaliação dos projetos para que melhor atendam os interesses do SUS.

As chamadas estão disponíveis na plataforma do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), parceiro do Ministério da Saúde. As inscrições devem ser feitas pela Plataforma Carlos Chagas.

Para ter acesso aos editais, acesse o site: http://www.cnpq.br/web/guest/chamadas-publicas

Para informações adicionais, escreva para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

A Pró-Reitoria de Pesquisa (ProPes) da Universidade Federal do ABC (UFABC) elaborou este relatório com o objetivo de apresentar à comunidade interna e externa uma visão global do desenvolvimento de pesquisa científica na instituição. São apresentados indicadores de produção científica e bibliográfica desde o início das atividades da UFABC, a fim de oferecer um panorama completo da evolução histórica e do impacto da produção da UFABC na Ciência.

O relatório pode ser acesso pelo link: http://propes.ufabc.edu.br/images/cap/pesquisadores/PRODUCAO-UFABC.pdf ou pelo menu Propes > Publicações > Relatório de Produção Científica.

Informamos que, após consulta ao CNPq referente à suspensão de indicação de bolsistas, recebemos a seguinte resposta:

“Confirmando as declarações realizadas na imprensa em diferentes momentos pelo presidente do CNPq, lamentavelmente este Conselho teve que suspender a indicação de novos bolsistas, em todas as modalidades, a partir da data de 14/08/2019, em virtude da ausência de recursos financeiros. As bolsas atualmente vigentes terão garantia de pagamento apenas até o mês de agosto, cujos valores serão depositados no início de setembro. Também não há possibilidade de realizar a regularização de pagamento para as bolsas que não puderam ser implementadas devido a problemas técnicos nas plataformas de fomento. Estamos trabalhando para reverter a situação, mas não há garantia de que seja possível, nem tampouco indicação de prazo para novo posicionamento.”

A Pró-Reitoria de Pesquisa está em constante contato com o CNPq acompanhando o desdobramento da situação e verificando medidas possíveis a serem adotadas caso esse cenário seja mantido.

Ressaltamos que da cota institucional UFABC, apenas uma bolsa PIBIC não foi implementada até 14/08, devido a problemas técnicos na Plataforma Lattes.

Com assinatura de um Acordo de Cooperação nesta quarta-feira, 7, durante solenidade na sede da CAPES, as instituições que compõem o Conecti Brasil, o Consórcio Nacional em Educação, Ciência, Tecnologia e Inovação, oficializaram o lançamento do Consórcio Nacional em Educação, Ciência, Tecnologia e Inovação que vem unificar e padronizar os dados da pesquisa, facilitando o processo e a transparência dos envolvidos. O objetivo é garantir a oferta de serviços digitais a todo o ambiente de pesquisa, passando por universidades e financiadores, que produzam e compartilhem dados. Estão envolvidos pesquisadores, professores, instituições e agências de fomento. Produtos científicos, como teses, dissertações, livros e artigos, projetos, eventos e prêmios também compõem esse universo de informações.

A ideia do consórcio nasceu em 2018 quando seis instituições formaram uma parceria para contratação dos serviços de identificador digital de pesquisadores (ORCID - Open Researcher and Contributor ID), em escala nacional. Integram o Conecti a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (CONFAP), o Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT), a Biblioteca Eletrônica Científica Online (Scielo) e a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP).

No âmbito do CNPq, essa é uma das iniciativas que buscam aprimoramento e modernização da Plataforma Lattes por meio da oferta de novos serviços e parcerias e integração de dados com outras agências e surge em um momento histórico, no mês em que a Plataforma completa 20 anos de criação. Considerada uma das iniciativas mais importantes do CNPq, a Plataforma Lattes representa a experiência do CNPq na integração de bases de dados de Currículos, de Grupos de pesquisa e de Instituições em um único Sistema de Informações. Sua dimensão atual se estende não só às ações de planejamento, gestão e operacionalização do fomento do CNPq, mas também de outras agências de fomento federais e estaduais, das fundações estaduais de apoio à ciência e tecnologia, das instituições de ensino superior e dos institutos de pesquisa. Além disso, se tornou estratégica não só para as atividades de planejamento e gestão, mas também para a formulação das políticas do Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, e de outros órgãos governamentais da área de ciência, tecnologia e inovação. Uma premissa de seu funcionamento, a disponibilização pública dos dados da Plataforma na Internet permite maior transparência e mais confiabilidade das informações registradas, por meio do controle social. Além disso, a Plataforma Lattes tem também o importante papel de preservar a memória da atividade de pesquisa no país.

Leia mais:
http://www.cnpq.br/web/guest/noticiasviews/-/journal_content/56_INSTANCE_a6MO/10157/7324108
http://capes.gov.br/36-noticias/9764-instituicoes-oficializam-lancamento-do-conecti

 Divulgamos abaixo as chamadas públicas do CNPq que se encontram com inscrições abertas em Agosto de 2019.

Entre em contato

Bloco L - 3° andar

Avenida dos Estados, n° 5001

Sta. Terezinha - Sto. André - SP

CEP: 09210-580

Email: propes@ufabc.edu.br

 

Telefones

Gabinete: 3356-7614

Administrativo: 3356-7620/7618

IC: 3356-7617

CAP: 3356-7615/7616

Propes-SBC: 2320-6150/6151

CEM-SA: 4996-0028

CEM-SBC: 2320-6176

Biotérios: 3356-7511