Últimas Notícias

Transcrevemos abaixo o comunicado do diretor científico da FAPESP, Luiz Eugênio Araújo de Moraes Mello, acerda das medidas emergenciais em tempos de COVID-19:

Aviso DC n. 01/2020

Carta à comunidade sobre medidas emergenciais/ COVID-19

A crise econômica causada pela pandemia de COVID-19 e suas inevitáveis consequências para a arrecadação tributária do Estado de São Paulo afetarão a situação orçamentária da FAPESP em proporções ainda imprevisíveis.

Uma das cláusulas pétreas que pautam as ações da FAPESP é o respeito aos compromissos financeiros de curto, médio e longo prazos que assume ao conceder auxílios e bolsas. Esses compromissos representam parte significativa de seus desembolsos mensais. Para garantir que continuem a ser respeitados, a FAPESP vê-se obrigada a estabelecer, em caráter emergencial e provisório, tetos mensais para novas concessões de auxílios e bolsas, passíveis de serem revistos conforme a evolução da crise.

A fim de que as restrições orçamentárias tenham o menor impacto possível na continuidade e qualidade das atividades de pesquisa em São Paulo, a Diretoria Científica da FAPESP definiu um conjunto de medidas emergenciais a serem adotadas no que concerne à sistemática de análise das solicitações de bolsas e auxílios.

A exemplo do que já vem ocorrendo nas linhas de Bolsas de Mestrado, Doutorado, Doutorado Direto e Pós-Doutorado, após emissão de pareceres de mérito pela assessoria ad hoc, as solicitações nas linhas de Auxílio à Pesquisa-Regular, Auxílio à Pesquisa-Projeto Temático e Auxílio à Pesquisa – Jovem Pesquisador serão, no âmbito de cada área do conhecimento, analisadas conjuntamente pelas Coordenações, em reuniões colegiadas bimestrais. As reuniões relativas a auxílios e as relativas a bolsas serão realizadas em meses alternados.

A experiência de análise conjunta de grande número de solicitações mostra que os procedimentos a serem adotados propiciam que a elas se apliquem, da maneira mais homogênea e equitativa possível, os padrões de excelência perseguidos pela FAPESP.

Tendo em vista ser imprevisível a duração e natureza das medidas de restrição a viagens atualmente em vigor, a FAPESP devolverá as solicitações de bolsas e auxílios (submetidas e não habilitadas) e cancelará as que se encontram em fase de análise, que envolvam, como itens essenciais, o apoio à realização de viagens. Se for do interesse dos solicitantes, elas poderão ser reapresentadas, no momento em que voltarem a ser viáveis viagens e encontros presenciais de pesquisadores.

A FAPESP conta com a compreensão da comunidade de pesquisa em relação à obrigatoriedade da aplicação dessas medidas. No entanto, a adoção dessas medidas é indispensável para a preservação da saúde financeira da FAPESP e, consequentemente, para a continuidade de sua atuação em prol do desenvolvimento da pesquisa no Estado de São Paulo.

São Paulo, 26 de maio de 2020

Luiz Eugênio Araújo de Moraes Mello
Diretor Científico

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) lançou nova chamada para Bolsas de Produtividade em Desenvolvimento Tecnológico e Extensão Inovadora, as Bolsas DT.
A data limite para submissão das propostas é 31 de julho.
   
Confira a chamada no site do CNPq clicando aqui.   

 

O Comitê de Iniciação Cientifica, preocupado com a saúde da Comunidade Acadêmica da UFABC, e seguindo as recomendações da Pró-Reitoria de Pesquisa, vem por meio deste e-mail esclarecer alguns questionamentos a respeito da manutenção das atividades de pesquisa para alunos da graduação, respeitando o plano de Estudos Continuados Emergenciais (ECE) adotado pela Universidade.

Os Editais em andamento (01/2019, 02/2019, 03/2019 e PDPD-AF/2019) têm como objetivo desenvolver pesquisas de alto nível em diferentes campos do saber e que auxiliam, de modo categórico, na formação profunda e sistemática dos diversos setores que compõem a comunidade acadêmica, particularmente, nosso corpo discente.  

Entendemos que existem diferentes tipos de pesquisa científica (desde as mais teóricas até as de cunho mais empírico que exigem pesquisa documental, experimental, laboratorial, de campo etc.). Por decorrência, algumas das pesquisas em andamento se encontram certamente mais prejudicadas do que outras em relação à possibilidade de atendimento aos objetivos previamente elencados em seus cronogramas por conta do isolamento e pela necessidade de adaptações às novas obrigações e rotinas.

Diante desse contexto inusitado, o Comitê decidiu pelos seguintes encaminhamentos:

1) Que, mesmo de maneira remota, permaneçam em contato com seus alunos buscando manter o cronograma inicialmente previsto nas pesquisas.

2) Que as pesquisas que apresentem problemas na execução de seus objetivos (por exemplo, que exijam atividades laboratoriais ou de campo) tenham suas atividades readequadas, inclusive com a reformulação de seus objetivos e reorganização do cronograma, se necessário.

3) Estas alterações deverão ser relatadas no momento da submissão dos relatórios finais de atividades.

4) O prazo para entrega do relatório final será estendido para o dia 30 de setembro de 2020.

5) Diante do quadro de incertezas em que estamos imersos até esse momento quanto à duração da pandemia e do isolamento social, o Comitê se manterá, como tem feito mesmo remotamente, em constante comunicação e diálogo com a comunidade acadêmica, e atento a quaisquer mudanças que venham a impactar os encaminhamentos aqui recomendados.   

Por fim, incentivamos o andamento das pesquisas, a resiliência e as novas formas de ensino-aprendizagem decorrentes da pandemia que estamos vivendo.

 

Estamos à disposição,

Comitê de Iniciação Científica (CPIC)

 

 

Considerando a atual situação e algumas dificuldades encontradas por docentes e discentes, informamos que as inscrições para os editais 01/2020 (PIC/PIBIC/PIBITI/PIBI-AF) e 02/2020 (PIBIC-EM, para alunos do Ensino Médio) poderão ser efetuadas até o dia 29/maio/2020, através dos links abaixo.

Edital 01/2020 (PIC/PIBIC/PIBITI/PIBI-AF):

http://ic.ufabc.edu.br/Submissoes/index.php/012020PROJ

Edital 02/2020 (PIBIC-EM, para alunos do Ensino Médio):

http://ic.ufabc.edu.br/Submissoes/index.php/022020PROJ

Solicitamos que as submissões sejam efetuadas com antecedência, evitando possível sobrecarga no sistema devido aos acessos simultâneos.

Em caso de dúvidas, favor encaminhá-las ao e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Cordialmente,

Comitê dos Programas de Iniciação Científica / Pró-Reitoria de Pesquisa

Abaixo reproduzimos na integra o a notícia sobre a reabertura de indicações de bolsistas da Chamada Universal do CNPq. Fonte: Coordenação de Comunicação Social do CNPq - Disponível em: http://cnpq.br/web/guest/noticiasviews/-/journal_content/56_INSTANCE_a6MO/10157/8840820

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) retoma as indicações de bolsistas de todas as modalidades de bolsas aprovadas pela Chamada Universal 28/2018.

As indicações estavam bloqueadas desde meados de 2019 devido à situação orçamentária à época. As bolsas podem ser indicadas a qualquer tempo, respeitada a vigência final do processo, pois a vigência da bolsa não poderá ultrapassar a do projeto.

Ao todo, a Chamada aprovou 5.564 projetos, sendo 1.947 com bolsas previstas em modalidades de iniciação científica e tecnológica, de extensão e de Desenvolvimento Tecnológico Industrial.

Abaixo reproduzimos na integra o a notícia sobre o Lançamento da Chamada CNPq de apoio a pesquisas sobre coronavírus. Fonte: Coordenação de Comunicação Social do CNPq - Disponível em: http://cnpq.br/web/guest/noticiasviews/-/journal_content/56_INSTANCE_a6MO/10157/8768749

Está aberta a Chamada de apoio a pesquisas que visam ao enfrentamento da COVID-19, suas consequências e outras síndromes respiratórias agudas graves. A iniciativa é uma parceria do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e o Ministério da Saúde (MS), por meio do Departamento de Ciência e Tecnologia da Secretaria de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde (Decit/SCTIE). Ao todo, serão destinados R$ 50 milhões.

Linhas de pesquisa apoidas

As propostas apresentadas devem seguir um dos temas definidos pela chamada. Os projetos apoiados pelo MCTIC poderão ser integrados à Rede Vírus MCTIC.

Os temas são:

1. Tratamento: Estudos para avaliação de alternativas terapêuticas para a COVID-19

2. Vacinas: Estudos para desenvolvimento de vacinas preventivas e/ou terapêuticas contra COVID-19.

3. Diagnóstico: Aprimoramento e desenvolvimento de novos testes diagnósticos para COVID-19 e Avaliação da acurácia de testes diagnósticos para COVID-19.

4. Patogênese e História Natural da Doença: Desenvolvimento de estudos para avaliação da patogênese e da história natural da doença causada por SARS-CoV-2.

5. Carga de Doença: Desenvolvimento de estudos para avaliação da carga de doença da COVID-19

6. Atenção à Saúde: Estudos para avaliação da atenção à saúde nos três níveis de complexidade frente à epidemia de COVID-19

7. Prevenção e Controle: Avaliação do uso de EPI na prevenção, controle e manejo da COVID-19 e outras síndromes respiratórias agudas graves; Estudos sobre abordagens efetivas e viáveis para promover aceitabilidade, adesão e cumprimento das medidas de prevenção e controle da COVID-19 e outras síndromes respiratórias agudas graves na população; Estudos sobre estratégias de boa comunicação e prevenção de notícias falsas (fake news) da COVID-19 e outras síndromes respiratórias agudas graves para a população; Estudos para avaliação da vigilância em saúde do COVID-19 e outras síndromes respiratórias agudas graves; e Estudos para avaliação da efetividade de intervenções não farmacológicas frente à epidemia de COVID-19 e outras síndromes respiratórias agudas graves.

Faixas de financiamento.

Nas linhas 1, 2, 3 e 4, serão apoiados projetos com valor máximo de R$ 2 milhões. Quando envolver ensaios clínicos, o valor máximo será de R$ 8 milhões, incluindo recursos de Custeio, Capital e Bolsas.

Para as demais linhas de pesquisa, o valor máximo das propostas será de R$ 2,5 milhões, incluindo recursos de Custeio, Capital e Bolsas.

Serão priorizados projetos desenvolvidos em rede ou multicêntricos, que poderão ter valores superiores aos já mencionados, a partir de avaliação de mérito científico e relevância sócio sanitária.

Além disso, poderão ser destinados até R$ 500 mil para a contratação de estudos secundários, como revisões sistemáticas e avaliações econômicas.

Prazos

A submissão de propostas pode ser feita até o dia 27 de abril por meio da Plataforma Carlos Chagas. O resultado final será divulgado em 15 de junho de 2020.

Divulgação dos resultados

Dada a emergência de saúde pública, as pesquisas contratadas devem fornecer novas evidências e subsídios ao enfrentamento da pandemia de COVID-19, sendo de relevância para tomada de decisões e para a gestão em saúde. Assim, os resultados parciais e finais devem ser aos Ministérios ao longo da execução das pesquisas e em tempo real, antes mesmo até das publicações científicas ou sempre que requisitados.

Todos os projetos deverão, ainda, ao final da execução da pesquisa contemplada, apresentar um Resumo Executivo com a síntese dos principais resultados da pesquisa e seus impactos, em linguagem acessível. Para tanto, será permitida a inclusão de profissional especializado em divulgação científica como membro de equipe ou a contratação de equipe especializada em tradução do conhecimento com recursos do projeto.

Recursos Financeiros

Dos R$ 50 milhões previstos, R$ 30 milhões são oriundos do FNDCT/MCTIC e R$ 20 mihões do Decit/SCTIE/MS.

Os recursos do FNDCT/MCTIC, a serem desembolsados em parcela única, estão divididos em R$ 15 milhões para custeio, R$ 10 milhões para bolsas e R$ 5 milhões para capital; dos quais R$ 26 milhões serão aplicados nas linhas 1, 2 e 3 e R$ 4 milhões na linha 4.

Já os valores do Decit/SCTIE/MS serão aplicados nas linhas 4, 5, 6 e 7 e estão divididos em R$ 11 milhões de custeio, R$ 6 milhões de bolsas e R$ 3 milhões de capital, em três parcelas.

A chamada preve ainda, a possibilidade de participação das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (FAPs), a partir de co-financiamento a propostas selecionadas cujas instituições-sede estejam em seus respectivos estados.

Confira todos os detalhes na íntegra da chamada.

Entre em contato

Bloco L - 3° andar

Avenida dos Estados, n° 5001

Sta. Terezinha - Sto. André - SP

CEP: 09210-580

Email: propes@ufabc.edu.br

 

Telefones

Gabinete: 3356-7614

Administrativo: 3356-7620/7618

IC: 3356-7617

CAP: 3356-7615/7616

Propes-SBC: 2320-6150/6151

CEM-SA: 4996-0028

CEM-SBC: 2320-6176

Biotérios: 3356-7511