Últimas Notícias

Os orientadores com alunos bolsistas participantes dos programas PIC, PIBIC, PIBITI, PIBIC-AF, PDPD, PIBIC-EM e PDPD Ações Afirmativas (Editais 01/2019, 02/2019, 03/2019 e PDPD-AF/2019) devem submeter o relatório parcial até o dia 06 de março.

No caso de IC voluntária é necessário enviar apenas o relatório final, conforme editais.

O relatório (contendo as atividades desenvolvidas no âmbito do projeto e avaliação do orientador sobre o aproveitamento do aluno) deve ser enviado como nova submissão no sistema.

A submissão deve ser efetuada através de um dos links abaixo, de acordo com o edital onde o projeto foi inscrito.

Edital 01/2019 (PIC, PIBIC, PIBITI, PIBIC-AF):

http://ic.ufabc.edu.br/Submissoes/index.php/012019RP

Edital 02/2019 (PIBIC-Ensino Médio):

http://ic.ufabc.edu.br/Submissoes/index.php/022019RP

Edital 03/2019 (PDPD) e PDPD-Ações Afirmativas/2019:

http://ic.ufabc.edu.br/Submissoes/index.php/032019RP

 

Sugerimos que a submissão seja efetuada com antecedência, evitando sobrecarga e lentidão no sistema.

Relatórios encaminhados por e-mail não serão aceitos.

 

Atenciosamente,

Divisão de Iniciação Científica

O artigo intitulado "Mechanochemistry for the production of a hybrid salt used in the treatment of malaria", de autoria de pesquisadores da UFABC e da FioCruz, foi contemplado com a capa da edição de janeiro da revista Green Chemistry.

Autores: Vânia M. do Prado, Thiago B. de Queiroz, Paula M. Sá, Rafael C. Seiceira, Nubia Boechat e Fabio F. Ferreira;

O artigo está disponível em: https://pubs.rsc.org/en/content/articlelanding/2020/gc/c9gc02478f

Texto publicado no Pesquisa para Inovação da FAPESP, disponível em: http://pesquisaparainovacao.fapesp.br/fapesp_criara_oito_centros_de_pesquisa_em_inteligencia_artificial_com_o_governo_federal/1251

José Tadeu Arantes  |  Pesquisa para Inovação – Oito Centros de Pesquisa Aplicada (CPA) em Inteligência Artificial (IA) serão criados no país por meio de uma cooperação entre o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), a FAPESP e o Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI). O acordo de cooperação foi anunciado pelo ministro Marcos Pontes durante a cerimônia de abertura do Fórum Regional de Inteligência Artificial da América Latina e do Caribe, realizada na Cidade Universitária da Universidade de São Paulo (USP), em 12 de dezembro de 2019.

Os CPAs se dedicarão ao desenvolvimento de pesquisas científicas, tecnológicas e de inovação, aplicadas e orientadas à resolução de problemas que possam ser resolvidos por meio de inteligência artificial.

Os quatro primeiros centros, dois em São Paulo e dois em outros estados, terão por áreas focais Saúde, Agricultura, Indústria e Cidades Inteligentes. Cada CPA poderá receber até R$ 1 milhão por ano da FAPESP e mais R$ 1 milhão de empresas privadas parceiras. Os centros serão apoiados por cinco anos, renováveis por mais cinco, dependendo dos resultados alcançados.

Edital com chamada de propostas para a constituição dos quatro primeiros centros será publicado no próximo dia 18 de dezembro. O prazo para a apresentação de propostas irá até 20 de maio de 2020. E a divulgação das propostas selecionadas será feita em 20 de outubro de 2020.

O ministro Marcos Pontes, o presidente da FAPESP, Marco Antonio Zago, e o conselheiro do Comitê Gestor da Internet no Brasil, Eduardo Fumes Parajo, assinaram publicamente o documento durante a cerimônia de abertura do Fórum Regional.

“É importante ressaltar a experiência que a FAPESP tem nesse tipo de editais. Cada um desses oito centros vai trabalhar em rede com outras instituições, grupos e pessoas, que atuam na área pelo país todo. Esses oito são o começo. Existe a possibilidade de que outras redes venham a ser desenvolvidas futuramente”, disse o ministro à Agência FAPESP.

Os primeiros passos rumo à inteligência artificial foram dados ainda durante a Segunda Guerra Mundial, com os trabalhos pioneiros do matemático britânico Alan Turing (1912-1954). Mas a área só deslanchou realmente com o grande aumento do poder computacional (big data) e os avanços na aprendizagem de máquina (machine learning). Estados Unidos, China, Índia, Japão e União Europeia já elaboraram estratégias específicas para o desenvolvimento do setor. Com esta iniciativa do MCTIC, da FAPESP e do CGI, o Brasil terá condições de se integrar ao processo.

“O ministro, o Pacheco [Carlos Américo Pacheco, diretor-presidente da FAPESP] e eu trabalhamos intensamente nos últimos meses para formular esse acordo com o objetivo de criar os Centros de Pesquisa Aplicada em Inteligência Artificial. Serão oito centros, metade no Estado de São Paulo, metade em outros estados. Eles deverão concentrar pesquisadores de várias áreas: Matemática, Física, Engenharia, Ciência da Computação, Medicina, Economia, Ciências Sociais etc. E se voltarão para a resolução de questões práticas, mas também para promover o conhecimento básico”, disse Zago.

A FAPESP, o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e outras agências do país têm apoiado a pesquisa e a formação de recursos humanos em inteligência artificial desde os anos 1970. E a capacidade acumulada fornece lastro para a iniciativa agora acordada.

“A pesquisa em inteligência artificial é crítica em vários países do mundo. Isso é um indicativo do impacto que terá no conjunto da atividade econômica e em políticas públicas no Brasil. O lançamento da chamada em 18 de dezembro mobilizará empresas e institutos de pesquisa para dar um passo nessa direção”, resumiu Carlos Américo Pacheco, diretor-presidente da FAPESP.

 

Os certificados do IX Encontro de Iniciação Científica já encontram-se disponíveis. Clique aqui para acessá-lo.

 

Divulgamos os melhores trabalhos no IX Encontro de Iniciação Científica. Clique aqui para acessá-los.

Entre em contato

Bloco L - 3° andar

Avenida dos Estados, n° 5001

Sta. Terezinha - Sto. André - SP

CEP: 09210-580

Email: propes@ufabc.edu.br

 

Telefones

Gabinete: 3356-7614

Administrativo: 3356-7620/7618

IC: 3356-7617

CAP: 3356-7615/7616

Propes-SBC: 2320-6150/6151

CEM-SA: 4996-0028

CEM-SBC: 2320-6176

Biotérios: 3356-7511