A barra do Governo Federal só poderá ser visualizada se o javascript estiver ativado. Ir direto para menu de acessibilidade.

Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o ufabc.edu.br, você concorda com a política de monitoramento de cookies.

Para ter mais informações como isso é feito, acesse a Norma de uso de cookies nos Portais da UFABC.

ACEITAR
Página inicial > Oportunidades > Oportunidade de bolsa para IC na área de ensino - Edital CNPq
Início do conteúdo da página

Oportunidade Bolsa FAPESP - Departamento de Fisiologia da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo

Publicado: Segunda, 17 Abril 2023 10:40
Local: Laboratório de Neurobiologia da Dor – Departamento de Fisiologia da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo.

Contato: Prof.Dr. Guilherme Lucas – Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Bolsa FAPESP: R$3.570,00

Projeto: Ação da proteína quinase dependente de RNA sobre o efeito analgésico de opioides na dor crônica de origem inflamatória.

Orientador: Prof.Dr. Guilherme Lucas, Departamento de Fisiologia, Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo.

Pré-requisitos: ter concluído ou estar concluindo o mestrado até junho de 2023; indicação de dois nomes (com respectivos e-mails) para contato e referências.

Resumo do projeto: A nossa capacidade de reconhecer calor, frio, o tato e dor é essencial para a interação com o ambiente que nos rodeia. TRPV1 (transient receptor potential cation channel subfamily V member 1) é uma proteína que atua como sensor que responde a temperaturas acima de 43oC e é capaz de ativar neurônios nociceptivos que transmitem a sensação de dor. Os mecanismos de ação de TRPV1 são ainda pouco conhecidos. Os processos de fosforilação e defosforilação por quinases parecem ser processos cruciais para a atuação de TRPV1. Dados recentes mostram que além de transduzir estímulos dolorosos de origem térmica, TRPV1 paradoxalmente interage com receptores opioide. Assim, o efeito antinociceptivo de morfina, um agonista do receptor opioide µ e o analgésico mais potente para o tratamento de dor severa, é modulado pela atividade de TRPV1. Entretanto, o controle farmacológico para a dor crônica é frequentemente insatisfatório e o uso prolongado de opioides como a morfina, frequentemente causa tolerância, dependência física e depressão respiratória. Por isso, há um enorme interesse sobre os mecanismos de funcionamento dos canais iônicos da família TRP. Recentemente, encontramos evidências substanciais de que a inibição da proteína quinase dependente de RNA (PKR) bloqueia, significativamente, o efeito analgésico da morfina em modelos experimentais de dor incisional e de dor por queimadura. Este projeto combinará análises de química computacional com métodos de biologia celular e molecular e paradigmas farmacológicos e comportamentais para explorar as possíveis interações entre PKR e TRPV1 sobre a atividade de opioides em modelos de dor patológica. O efeito da interação entre PKR-TRPV1 sobre os mecanismos de analgesia de opioides representa uma visão completamente nova dos mecanismos de ação desses compostos e deve nos levar a uma melhor compreensão da neurobiologia da dor crônica. Ainda mais importante, os resultados desse projeto devem revelar novos alvos terapêuticos para o desenvolvimento de terapias mais eficazes para as dores severas.
Registrado em: Oportunidades

Como divulgar oportunidades de bolsas na UFABC

Para as divulgações de oportunidades de bolsas no site da ProPes, é necessário que o interessado envie para o e-mail propes@ufabc.edu.br as seguintes informações:

  • link da publicação do(s) edital(is);
  • link para a chamada no site da agência de fomento que está ofertando as bolsas (quando for o caso);
  • data limite para inscrições;
  • Título, coordenador e resumo do projeto ao qual as bolsas estão atreladas.
Fim do conteúdo da página