Últimas Notícias

A Pró-Reitoria de Pesquisa divulga:

Inscrições abertas para o 3º Prêmio Carolina Bori Ciência & Mulher da SBPC

Edição premia “Mulheres Cientistas”, categoria dedicada a pesquisadoras de instituições nacionais que tenham prestado relevantes contribuições à ciência e tecnologia nacional. SBPC convida Sociedades Afiliadas a enviarem indicações até 31 de outubro

A terceira edição do Prêmio “Carolina Bori Ciência & ​​Mulher” da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) está com inscrições abertas até o dia 31 de outubro. Este ano, a premiação homenageará as “Mulheres Cientistas”, categoria dedicada às pesquisadoras de instituições nacionais que tenham prestado relevantes contribuições à ciência e à gestão científica, além de terem realizado ações em prol da ciência e da tecnologia nacional. Ao todo serão três vencedoras em cada uma das três grandes áreas do conhecimento: Humanidades; Biológicas e Saúde; e Engenharias, Exatas e Ciências da Terra.

As indicações para a categoria “Mulheres Cientistas” podem ser feitas via Sociedades Científicas Afiliadas à SBPC até o dia 31 de outubro. As inscrições deverão ser devidamente justificadas, com informações como mini-biografia atualizada da candidata (até 500 caracteres, com espaço); currículo atualizado na Plataforma Lattes (http://lattes.cnpq.br); e carta de recomendação fundamentada em evidências que justifiquem o prêmio (até 2.000 caracteres, com espaço).

A seleção da vencedora de cada área será feita por uma comissão julgadora designada pelo Conselho da SBPC, composta por membros da entidade, de sociedades afiliadas, entidades científicas externas e organizações que apoiam a Ciência no País.

As indicações, com a devida documentação, deverão ser enviadas à SBPC, por meio eletrônico, ao e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.O anúncio das premiadas será feito no dia 20 de janeiro de 2022.

Homenagem às cientistas brasileiras

Criado em 2019, o Prêmio “Carolina Bori Ciência & Mulher” é uma homenagem da SBPC às cientistas brasileiras destacadas e às futuras cientistas brasileiras de notório talento, que leva o nome de sua primeira presidente mulher, Carolina Martuscelli Bori. A SBPC – que já teve três mulheres presidentes e hoje a maioria da diretoria é feminina – criou essa premiação por acreditar que homenagear as cientistas brasileiras e incentivar as meninas a se interessarem por este universo é uma ação marcante de sua trajetória histórica, na qual tantas mulheres foram protagonistas do trabalho e de anos de lutas e sucesso na maior sociedade científica do País e da América do Sul.

A cerimônia de premiação ocorre anualmente, alternando duas categorias – “Mulheres Cientistas” e “Meninas na Ciência” -, durante o Simpósio Mulheres e Meninas na Ciência, a ser realizado em 11 de fevereiro, em celebração ao Dia Internacional das Mulheres e Meninas na Ciência, instituído pela Unesco.

Na primeira edição, 25 Sociedades Científicas afiliadas à SBPC indicaram 29 cientistas brasileiras. A escolhida para receber o prêmio na categoria “Mulheres Cientistas” foi Helena Bonciani Nader, professora-titular da Universidade Federal de São Paulo (EPM-Unifesp). Alice Rangel de Paiva Abreu, professora emérita da UFRJ, recebeu a “Menção Honrosa”.

A segunda edição, em 2020, foi dedicada às “Meninas na Ciência”, cujas pesquisas de iniciação científica demonstraram criatividade, boa aplicação do método científico e potencial de contribuição com a ciência no futuro.  A SBPC recebeu indicação de 286 candidatas, oriundas de 18 estados e 70 municípios de todas as regiões do País. Juliana Davoglio Estradioto, formada no curso técnico em Administração do Instituto Federal do Rio Grande (IFRS), foi a vencedora no nível de Ensino Médio. Ela desenvolveu uma membrana biodegradável a partir da casca de noz macadâmia, aproveitamento de resíduos para biossíntese de celulose bacteriana. Já na Graduação, a escolhida foi Raquel Soares Bandeira, graduanda de Enfermagem da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), pelo trabalho sobre “Eficácia terapêutica de uma naftoquinona contra a leishmaniose”.

O prêmio ainda concedeu duas menções honrosas para cada nível. Ana Carolina Botelho Lucena, aluna do Colégio de Aplicação da Universidade Federal do Pará (UFPA), pelo trabalho sobre “A morte como testemunho da vida: família e escravidão nos testamentos do Centro de Memória da Amazônia”, e Nallanda Victoria dos Santos Martins, estudante do Colégio Estadual Doutor Antonio Garcia Filho, Umbaúba (SE), pelo trabalho sobre “Casa de farinha: da mandioca ao bioplástico”, receberão pelo nível Ensino Médio. Em Graduação, as menções honrosas foram para Julia Bondar, estudante de Medicina da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), pelo trabalho sobre depressão em adolescentes, e Nayara Stefanie Mandarino Silva, graduada em Letras Português e Inglês pela Universidade Federal de Sergipe (UFS), pelo trabalho sobre “Marquês de Pombal e a Instrução Pública”.

A cerimônia de outorga do prêmio às cientistas contempladas nesta terceira edição será realizada no dia 11 de fevereiro de 2022, durante o evento anual realizado pela SBPC. A princípio, o evento será virtual, se ainda forem necessárias as medidas de distanciamento social para conter a pandemia de coronavírus. Se as condições de segurança sanitária forem restabelecidas, a premiação será presencial, no Salão Nobre do Centro Universitário Maria Antonia da USP, em São Paulo. Independente de ser virtual ou presencial, o evento terá transmissão ao vivo pelo Canal da SBPC no YouTube (@SBPCnet).

​Confira aqui o Edital do Prêmio Carolina Bori “Ciência & Mulher” 2021/2022 – categoria “Mulheres Cientistas”, e participe enviando suas indicações!

SBPC

image.png

Foi publicado, na data de hoje, 24 de agosto de 2021, edital de chamada para propostas de novos Núcleos Estratégicos de Pesquisa.

O período de submissão de propostas é de 24/08/2021 a 10/10/2021.

Para mais informações, consultar o Edital.

Divulgamos abaixo uma oportunidade de bolsa FAPESP para pós-doutorado:

Pesquisador Principal: Juliana Tófano de Campos Leite

Título do projeto: Proposta de métodos e ferramentas para avaliação do potencial dos sistemas de recuperação energética na gestão integrada de resíduos sólidos municipais aplicados aos municípios de Santo André e Itaquaquecetuba

Data limite para inscrições: 14/08/2021

Resumo: O projeto se insere no âmbito do Programa de Apoio à Pesquisa em Parceria para Inovação Tecnológica (PITE) da FAPESP, e envolve a SABESP como parceira. O bolsista atuará no desenvolvimento de uma metodologia que possibilite recomendar a tecnologia mais apropriada para o tratamento e/ou a recuperação energética de resíduos sólidos urbanos (RSU), a partir de um conjunto reduzido de dados experimentais das propriedades termofísicas desses resíduos.

Mais informações: https://fapesp.br/oportunidades/4415/

Na sexta-feira, 14 de maio, às 14h, a UFABC, por meio de sua Pró-reitoria de Pesquisa (ProPes), apresentará o segundo episódio da série “Papos Científicos”.

O episódio segue abordando a realidade da pandemia da Covid-19 e contará com a participação da professora doutora Cláudia Bauzer Medeiros (Unicamp), que trará para o centro do debate o tema “Ciência Aberta para enfrentar pandemias”.

O assunto do evento tem sido amplamente debatido na comunidade científica, contando, inclusive, com posicionamentos recentes da UNESCO e OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico), que têm indicado a ciência aberta como importante estratégia de enfrentamento aos grandes problemas mundiais, com a pandemia do novo coronavírus.

O evento compõe o calendário oficial das atividades de 15 anos da UFABC e será transmitido ao vivo pelo canal da Universidade no YouTube. Não perca!

Papos Científicos - 2º Episódio: “ Ciência Aberta para enfrentamento da pandemia”

14 de maio de 2021 | 14h

Transmissão: Canal oficial da UFABC no YouTube

Detalhes sobre a convidada:

A professora doutora Claudia Bauzer Medeiros é professora titular do Instituto de Computação da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e membro da Coordenação do Programa FAPESP de Pesquisa em eScience e Data Science, além de ser participar de diversas associações e conselhos internacionais na área.

A comunidade acadêmica da UFABC conta desde fevereiro com acesso a plataforma InCites Benchmarking & Analytics da Clarivate. Essa ferramenta permite a realização de análises de produtividade científica e comparação de resultados com parceiros no mundo inteiro, por meio de avaliações on-line de pesquisas personalizadas e baseadas em citações. O InCites toma por base o conjunto de registros da Web of Science – reconhecida por instituições de pesquisa, universidades, organizações de financiamento e órgãos governamentais de todo o mundo como a fonte mais confiável e de maior volume de informações sobre citações acadêmicas.

De acordo com a pró-reitora de Pesquisa da UFABC, professora Sonia Malmonge, a possibilidade de trabalhar com dados dessa qualidade impacta o desempenho de programas institucionais, como o CAPES-PrInt e rankings acadêmicos – para ela, cruciais para a relação da UFABC com o ambiente acadêmico regional, nacional e internacional. Malmonge afirma que a disponibilidade dessa ferramenta terá especial relevância no plano de internacionalização da UFABC, com resultado positivo se estendendo à qualidade da produção científica e à formação ampla e plural da comunidade acadêmica em diferentes níveis.

Trabalho estratégico

Com o acesso a InCities, a comunidade universitária passa a contar com a capacidade de monitorar de maneira efetiva e confiável o desempenho científico de discentes e docentes. Segundo a pró-reitora, o uso da plataforma possibilitará a institucionalização e divulgação de parcerias estabelecidas entre docentes. "Além disso, haverá condições para acompanhamento e prospecção de parceiros internacionais estratégicos por meio de instrumento de busca sofisticado" – acrescenta a professora.

O vice-reitor, professor Wagner Carvalho, afirma que "os indicadores podem embasar propostas de projetos de pesquisa institucionais, temáticos ou individuais além de suprir bancos de dados de pesquisa para os rankings institucionais ou para atender a demandas de órgãos externos". Ele lembra que a contratação desse serviço também contempla objetivos do Plano de Internacionalização da UFABC, estabelecidos há três anos pelo Conselho Universitário, que indicam foco e prioridades de ações para maximizar a interação com outros grupos de pesquisa – no país e no exterior – em busca da excelência em pesquisa.

A contratação da assinatura para acesso à plataforma InCites ocorreu por meio de processo internacional e tem validade de cinco anos. A Clarivate Analytics tem mais de meio século de experiência em indexação, análise e métricas de citação. No Brasil, esse banco de dados é utilizado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), por diversas universidades federais, pelas paulistas Universidade de São Paulo (USP), Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Universidade Estadual Paulista (Unesp), além da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP).

Mais informações e orientações sobre o uso da InCities estão disponíveis no sítio da Pró-Reitoria de Pesquisa.

Assessoria de Comunicação e Imprensa

 

SBPC realiza cerimônia de entrega do 2º Prêmio “Carolina Bori Ciência & Mulher” no dia 11 de fevereiro

O evento virtual será transmitido pelo canal da SBPC no YouTube às 10h30. Nesta edição serão premiadas meninas e jovens cientistas, do Ensino Médio e da Graduação

A Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) realiza no dia 11 de fevereiro a cerimônia virtual de entrega do 2º Prêmio “Carolina Bori Ciência & Mulher”, que nesta edição contempla a categoria Meninas na Ciência. A cerimônia virtual será aberta todos, com transmissão pelo canal da SBPC no YouTube a partir das 10h30.

O evento celebra o Dia Internacional das Mulheres e Meninas na Ciência, instituído pela Unesco.

Nesta edição, a SBPC recebeu indicação de 286 candidatas, oriundas de 18 estados e 70 municípios de todas as regiões do País. Do total de inscritas, 90 eram do Ensino Médio e 195 de Graduação. As candidatas desenvolveram trabalhos científicos nas áreas de Agrárias (17), Biológicas (27), da Saúde (80), Ciências Exatas e da Terra (81), Humanas (23), Ciências Sociais e Aplicadas (20), Engenharias (28) e Linguística, Letras e Artes (10). A comissão julgadora selecionou 16 finalistas e, destas, duas vencedoras e quatro menções honrosas.

Juliana Davoglio Estradioto, formada no curso técnico em Administração do Instituto Federal do Rio Grande (IFRS), é a campeã no nível de Ensino Médio. E a ganhadora do nível Graduação é Raquel Soares Bandeira, estudante de Enfermagem da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

As quatro estudantes que receberam as menções honrosas são: Ana Carolina Botelho Lucena, aluna do Colégio de Aplicação da Universidade Federal do Pará (UFPA), e Nallanda Victoria dos Santos Martins, estudante do Colégio Estadual Doutor Antonio Garcia Filho, Umbaúba (SE), pelo nível Ensino Médio. E Julia Bondar, estudante de Medicina da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), e Nayara Stefanie Mandarino Silva, graduada em Letras Português e Inglês pela Universidade Federal de Sergipe (UFS), pelo nível Graduação.

Participarão também da cerimônia no dia 11 de fevereiro as sete cientistas que formaram a comissão julgadora, que vão falar sobre o processo de escolha das vencedoras e a importância desta iniciativa. São elas: Fernanda Sobral, vice-presidente da SBPC; Helena Nader, premiada na Categoria “Mulheres Cientistas” em 2020 e vice-presidente da Academia Brasileira de Ciências (ABC); Vanderlan da Silva Bolzani, professora titular do IQAr-Unesp, presidente da Academia de Ciências do Estado de SP; Roseli de Deus Lopes, diretora da SBPC e professora do Departamento de Engenharia de Sistemas Eletrônicos da EP-USP; Lucia Mendonça Previato, diretora da Academia Brasileira de Ciências (ABC); Rochele Loguercio, presidente da Associação Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências (Abrapec); e Cristina Garcia, diretora científica da L’Oréal Brasil, entidade apoiadora da premiação.

Criado em 2019, o Prêmio “Carolina Bori Ciência & Mulher” é uma homenagem da SBPC às cientistas brasileiras destacadas e às futuras cientistas brasileiras de notório talento, que leva o nome de sua primeira presidente mulher, Carolina Martuscelli Bori. A SBPC – que já teve três mulheres presidentes e hoje a maioria da diretoria é feminina – criou esta premiação por acreditar que homenagear as cientistas brasileiras e incentivar as meninas a se interessarem por este universo é uma ação marcante de sua trajetória histórica, na qual tantas mulheres foram protagonistas.

A cerimônia de premiação ocorre anualmente, alternando duas categorias – “Mulheres Cientistas” e “Meninas na Ciência”. Esta segunda edição premia a categoria das jovens cientistas do Ensino Médio e Graduação, cujas pesquisas de iniciação científica demonstraram criatividade, boa aplicação do método científico e potencial de contribuição com a ciência no futuro.

Serviço:

Cerimônia virtual de entrega do 2º Prêmio “Carolina Bori Ciência & Mulher”

Data: 11 de fevereiro de 2021, às 10h30

Local: Canal da SBPC no YouTube

SBPC

Entre em contato

Bloco L - 3° andar

Avenida dos Estados, n° 5001

Sta. Terezinha - Sto. André - SP

CEP: 09210-580

Email: propes@ufabc.edu.br

 

Telefones

Gabinete: 3356-7614

Administrativo: 3356-7620/7618

IC: 3356-7617

CAP: 3356-7615/7616

Propes-SBC: 2320-6150/6151

CEM-SA: 4996-0028

CEM-SBC: 2320-6176

Biotérios: 3356-7511